Construindo o Futuro com Educação e Tecnologia

;

 

 

PARCERIAS
 

 

A FAT está preparada para a realização, operação e gestão de parcerias com órgãos públicos, municípios e também com a iniciativa privada.

 

Como funciona

A modalidade de convênio é definida como “forma de ajuste entre o Poder Público, entidades públicas ou privadas para a realização de objetivos de interesse comum, mediante mútua colaboração”. (Di Pietro (2000, p. 284).

A parceria é um dos instrumentos dos quais o Poder Público ou empresas privadas podem se utilizar para associar-se a outra entidade pública ou privada para descentralizar a execução de um programa ou projeto específico.

Nessa modalidade de acordo, uma empresa ou entidade da Administração Pública repassa recursos para a FAT, que se compromete a realizar ações constantes do plano de trabalho e, posteriormente, prestar contas da aplicação de tais recursos. O convênio está disciplinado no art. 116 da Lei Federal no 8.666, que estabelece procedimentos e exigências.

Formar parcerias é uma estratégia utilizada em muitos Municípios para garantir para atingir seus objetivos, sempre com permanente supervisão e acompanhamento. Entenda como a FAT já colaborou com vários Municípios, órgãos públicos e empresas privadas na execução de projetos:
 

É importante resssaltar que a Fundação FAT pode ser contratada diretamente por qualquer órgão público nos termos do inciso XIII, do art. 24, da Lei n.º 8.666/93.

 

 

CASES
 

SERT-SECRETARIA DO EMPREGO E RELAÇÕES DO TRABALHO / CEETEPS-Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza

Programa de Qualificação e Requalificação Profissional no Estado de São Paulo  Programa de habilitação oferecido para cursos específicos, destinados a desenvolver no trabalhador a competência versátil de adaptar-se ao novo mundo do trabalho criado com a difusão de novas tecnologias e múltiplas inovações secundárias, novas formas de gerenciar o trabalho, mudanças na forma da competição, etc, onde os conteúdos privilegiam o desenvolvimento de habilidades básicas, específicas e de gestão, segundo as aptidões e necessidades detectadas individualmente e em grupos. A atuação é exercida a partir de clientelas alternativas, tais como, entre outras: desempregados e trabalhadores sob risco de perder seus empregos e, grupos sociais economicamente vulneráveis, dos setores Primários, Secundários e Terciários, alcançando em torno de 220 municípios no Estado de São Paulo.

Frente de Trabalho – Programa de Qualificação Profissional para 6.800 bolsistas nas áreas de: Artesanato, Culinária, Jardinagem, Eletricista Residencial, Gesseiro, Cabelereiro, Manutenção de Aparelhos Eletrodomésticos, Confeitaria – Decoração de Bolos, Doces, Salgados, Manicure e Pedicure, Portaria e Vigilância, Limpeza de caixa d’água, Auxiliar de  Mecânica de Automóveis, Auxiliar Administrativo, Operador de Telemarketing, Serviços de Lanches e Alfabeitzação.

 

SOCIEDADE BENEFICENTE DE SENHORAS – HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS – Setor de Relações Empresariais – Fatec São Paulo

Cooperação Técnica científica e educacional para o desenvolvimento de projetos de informática, com o fim de produzir ao Hospital Sírio Libanês, sistemas de informação específicos para a área hospitalar.

 

GERDAU S.A

Cooperação Técnico-educacional entre o CEETPS, através de sua Unidade de Ensino ETE Lauro Gomes e a FAT , visando assegurar aos funcionários/colaboradores do Grupo GERDAU e suas unidades conheciemento necessário do processo produtivoe/ou função, consideradas as características e intersses, condições de vida e de trabalho do funcionário.

Curso: Metalurgia – 2 Turmas – 160 horas de Carga horária.

Curso: Manutenção Básica – 2 Turmas – 160 horas de Carga horária
Curso: Química – 2 Turmas -  160 horas de Carga horária
Curso: Metalurgia Básica -  1 Turma – 80 horas de Carga horária

 

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

Serviços especializados para a realização de Cursos e Oficinas dos Programas de Qualificação Requalificação Profissional em diversos locais do Município sob forma de módulos, bem como de treinamento de monitores, realização de Palestras e Work shop em treinamento, com o desenvolvimento deste  Programas nas áreas de:  Eletro-eletrônica, Mecânica, Construção Cvil, Administração,Beleza, Moda, Artezanato.

 

PARQUE ESTADUAL FONTES DO IPIRANGA – PEFI

Projeto realizado entre a Fundação de Apoio à Tecnologia – FAT e o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza – CEETEPS, que tem como objetivo propiciar atendimento a jovens, adultos e idosos do Parque Estadual Fontes do Ipiranga – PEFI em situação de vulnerabilidade ou exclusão social, oferecendo-lhes oportunidade para o seu fortalecimento familiar, pessoal e social, com vistas à sua inclusão, autonomia e independência. A FAT é a responsável pela gestão administrativa e financeira e o CEETEPS pela certificação.

Características SOcioEconômica da Região
Jovens, adultos e idosos
(maioria com pouca escolaridade) e oriundos de uma faixa salarial entre 1 a 3 salários mínimos.

Para-Atletas:- Jovens, adultos e idosos – com deficiência .
Localização: - Jabaquara – Parque Estadual Fontes do Ipiranga - PEFI
Área de abrangência: Região do Jabaquara, Diadema, Parque Bristol, Jardim Clímax, Americanópolis, Vila Guarani, etc.
 

Características socioeconômica da população da área de abrangência
Segundo dados sócio-econômicos levantados:- a concentração de renda está entre 1 a 3 salários mínimos.
O nível de escolaridade encontra-se ao redor do ensino fundamental.
 

Características dos beneficiários por segmento

O atendimento é feito a todos que procuram os cursos de Informática Básica/ Excel/ Power Point - A partir dos 14 anos, no mínimo, cursando o ultimo ano do ensino fundamental sem limite de idade.

O atendimento é feito a todos que procuram os cursos de Auxiliar Administrativo e Auxiliar Pessoal a partir dos 16 anos, de preferência com ensino fundamental completo, sem limite de idade.

O atendimento é feito a todos que procuram o curso de Manutenção e Montagem de Micros e Rede de Computadores a partir dos 16 anos, de preferência com ensino fundamental completo e sem limite de idade.

O atendimento é feito a todos que procuram o curso de Elétrica a partir dos 18 anos, com curso fundamental completo e sem limite de idade.
 

Objetivo Geral

I - Propiciar atendimento aos jovens, adultos e idosos do Parque Estadual Fontes do Ipiranga.

II - Proporcionar atendimento aos jovens, adultos e idosos com deficiência – todos em situação de vulnerabilidade ou exclusão social.

Desta maneira, oferecer oportunidade ao fortalecimento familiar/ pessoal e social, com vistas a sua inclusão, autonomia e independência.

 

Objetivos Específicos

I - Desenvolver empreendedorismo, possibilitando a melhoria da produtividade na produção de bens e serviços;

II - Elevar a renda familiar e pessoal gerando qualidade de vida.

III - Criar possibilidades para atingir objetivos de ordem pessoal, social e econômica.

 

Público-alvo

I - Todos os usuários/visitantes do Parque a partir de 14 anos, com ensino fundamental e ou cursando a 8ª série que estejam interessados nos cursos de Informática Básica / Excel / Power Point e Auxiliar Administrativo / Pessoal.

II - Todos os usuários/visitantes do Parque a partir dos 16 anos, ensino fundamental, que estejam interessados nos cursos de Manutenção / Montagem de micros / Redes de computadores.

III - Todos os usuários/visitantes do Parque a partir dos 18 anos, ensino fundamental, que estejam interessados nos cursos de Elétrica residencial, predial e industrial.

IV – Ressaltando que a partir 2015 – tivemos o envolvimento de pessoas com deficiência.