Construindo o Futuro com Educação e Tecnologia

;

Fundação FAT e Unifil lançam MBA em Gestão Estratégica de Eventos Corporativos


Alheio à crise econômico, o segmento de eventos corporativos foi um dos que mais cresceu nos últimos anos. Conforme estudo da Associação Brasileira de Eventos (ABEOC) realizado em parceria com o SEBRAE, o faturamento do setor atingiu R$ 209 bilhões em 2013 e mantém um crescimento de 7% ao ano. Tal expansão atraiu profissionais de diversas áreas. A falta de capacitação, porém, acaba por gerar contratempos e se torna um gargalo.

“Os eventos corporativos se tornaram a principal ferramenta de marketing das empresas. Mas, com a falta de cursos adequados para a formação do pessoal que trabalha no segmento, muitas vezes essas ações se tornam razão de constrangimento para as corporações”, afirma Esmeralda Macedo Serpa, coordenadora do MBA em Gestão Estratégica em Eventos Corporativos que a Fundação FAT e o Centro Universitário Filadélfia (Unifil) iniciarão em março, um dos primeiros do país na área. O curso será semipresencial, com a realização de uma aula presencial a cada três sábados na sede da Fundação FAT, no bairro paulistano do Bom Retiro.

O curso é voltado já atua no segmento, profissionais de RH, Secretariado, Turismo, Hotelaria, Relações Públicas e demais interessados. Além da apresentação de temas e conteúdos relacionados ao mercado, boas práticas em eventos de todos os portes, técnicas de gestão de recursos, empreendedorismo, equipes, marketing, cerimonial e patrocínios, servirá para o desenvolvimento de aptidões multidisciplinares necessárias para a atuação no segmento.

“Além do preparo técnico, o gestor de eventos deve ser um generalista capaz de observar e administrar inúmeras variáveis características de cada trabalho”, diz. A atividade envolve a gestão de incontáveis prazos e check lists e inúmeros e variados fornecedores, desde agências de viagens, buffets e locações a artistas, equipes auxiliares, locadores de obras de arte, entre outros. “É preciso ter várias opções para cada tipo de necessidade, para os mais variados tipos de eventos, já que nada pode faltar”, observa. Porém, vai muito além disso.

Esmeralda exemplifica o cotidiano da gestão de eventos com um fato real. “Uma companhia realizou um evento para seus clientes Vips, mas acabou por não levar em consideração que praticamente todos os convidados andavam acompanhados todo o tempo por seus seguranças, o que gerou inúmeros transtornos, desde a lotação do local do evento até problemas com a seguradora contratada para a ocasião”, conta.

Em meio à organização e administração do imponderável, é preciso ter sempre elevado grau de profissionalismo. Se o evento é ao ar livre, por exemplo, não basta checar a previsão do tempo na internet. “É necessário contratar uma empresa de meteorologia. Se há toldos, por exemplo, é preciso saber que tipo de vento ocorre no local, de qual direção virá no dia. Se haverá obras de arte no interior, é preciso avaliar seus valores e contratar o seguro. Tudo isso deve ser observado”, afirma.

O MBA em Gestão Estratégica de Eventos Corporativos tem 390 horas/aula, ao longo de 18 meses. Na modalidade semipresencial, terá como disciplinas captação e patrocínios para eventos presenciais, aspectos legais para a formação de equipes, gestão de eventos, planejamento estratégico, liderança e formação de equipes, marketing de serviços, cerimonial e protocolo, gestão pública e do terceiro setor, estudo do meio, empreendedorismo e metodologia científica.

Interessados podem fazer suas matrículas pelo e-mail posgraduacao@fundacaofat.org.br. Ex-alunos das FATECs e ETECs têm descontos até o dia 20 de janeiro. As aulas presenciais ocorrerão na sede da entidade, na Rua Três Rios, 131, 2º andar, São Paulo, capital. Outras informações estão disponíveis em https://fundacaofat.org.br/leitura/115.